A inspiração do Humaniza Redes

Qual é o limite entre inspiração e plágio?

logo-humaniza-redes-original

Recentemente uma polêmica vem tomando conta das conversas entre os designers e publicitários. O caso em questão é do logo desenvolvido pela agência Leo Burnett Tailor Made para o Humaniza Redes, uma iniciativa do Governo Federal que visa enfrentar às violações de direitos humanos na internet.

Este caso está se tornando muito falado, pois trata-se de uma grande agência que desenvolveu um projeto para o governo por um alto custo (todo o projeto custou 300 mil reais, segundo o portal Transparência, da Controladoria Geral da União) e que, aparentemente, se inspirou em uma imagem do site Getty Images para desenvolver o logo da campanha.

humaniza-rede-logo-getty-imagens

Esse assunto gera muita discussão. Afinal, nunca saberemos se a agência agiu de má fé. Contudo, essa infeliz coincidência traz uma imagem negativa não só para a agência, mas, no meu ponto de vista, para o setor como um todo, já que este projeto acarreta uma depreciação que vai contra a luta pela valorização dos profissionais de design.

Enfim, não cabe a mim julgar o trabalho de outros profissionais, já que não estive envolvido no processo. O que fica é a sensação de que ao menos um desleixo com relação à pesquisa nas etapas iniciais houve. Esse caso é mais um motivo para nós, profissionais, ficarmos atentos e nos esforçarmos para entregar sempre o melhor resultado possível.

E você o que acha? Inspiração, desleixo ou cópia?