Entrevista com Marco Aurélio

Para retirar algumas dúvidas quanto a estágio e carreira profissional, entrevistamos o Professor Marco Aurélio, que atualmente leciona na Universidade Unigranrio.

Já atua na área há 22 anos, desde 1992.

Sua formação/especialização:

  • Graduação em Desenho Industrial pela Escola Superior de Desenho Industrial/UERJ – Rio de Janeiro (1992)
  • Especialização em Criação de Produto pela Universitat Politècnica de Catalunya – Barcelona (1997)
  • Mestrado em Engenharia da Produção pela COPPE/UFRJ – Rio de Janeiro (2004)

Qual o maior desafio hoje na área de comunicação?
Acompanhar e saber julgar as rápidas mudanças ocorridas em nossa sociedade.

O que em sua opinião, é preciso para começar na área com mais acertos do que erros?
Saber entender o que está ocorrendo à sua volta, ser ético, estudar muito e saber aplicar o conhecimento.

O que é necessário para ser um bom comunicador?
Ler, analisar, compreender as mudanças e procurar entender o que passa na cabeça do público/cliente/consumidor.

Indique lugares onde posso enviar currículos que possivelmente aceitem alguém sem experiência na área, como eu, e que seja ótimo para o meu desenvolvimento neste primeiro momento?
Depende da área onde você quer atuar. Meu primeiro estágio foi no setor de comunicação do Hospital Pedro Ernesto, da UERJ, pois precisavam (ainda precisam) de mão de obra, mas não tinham como remunerar bem profissionais… Aí selecionavam estagiários, mesmo sem experiência, mas remunerados. ONGs também são ávidas por contratar estagiários mesmo sem experiência. Recomendo procurar o CIEE, que presta auxílio para novos estagiários e tem vinculo com a UNIGRANRIO.

Qual a faixa salarial para um recém-formado?
Também depende da área de atuação. Em jornalismo, para quem vai atuar em redações de jornais (matérias/edição/etc.) pagam em torno de 1.200 Reais. Se for para a televisão já é um pouco mais… Assessoria de imprensa, dependendo da empresa, pode pagar melhor ainda. Para conteudista de Redes Sociais e Blogs, há agências pagando mais de 2.500,00 para recém-formados com experiência (estágio comprovado).

Além das agências, qual outro ramo da comunicação é bom para atuação?
Assessorias de Imprensa, ONGs, Instituições de Pesquisa, empresas de grande porte, suporte de comunicação para empresas de eventos etc.

O que não pode faltar no currículo de um comunicador?
Dependendo da área de atuação, não precisa nem de currículo… Basta o portfólio.

Há facilidade de conseguir emprego na área?
No momento sim. Segundo uma amiga que trabalha com comunicação e marketing para o Bradesco Seguros, o tempo de recolocação atual (para quem tem experiência) é de um mês. Na área de comunicação, como em outras áreas, o segredo de arranjar um trabalho ou emprego é o seu NETWORKING. Sem isso, tudo fica mais difícil.

Marco Aurelio Veiga Martins